RPG: Conheça os benefícios da RPG e como utilizar o método para aliviar dores de coluna

RPG para aliviar dores de coluna

Hábitos aparentemente inofensivos e comuns na nossa rotina, como usar smartphones e tablets, usar salto alto, segurar o filho no colo ou carregar as compras do supermercado podem maltratar (e muito!) a nossa coluna.

Como resultado dessa má postura sentimos uma dor que varia de hérnia de disco àquela gerada por movimentos repetitivos no trabalho ou no esporte. Para dar fim a esse mal, é recomendável um método de fisioterapia chamada Reeducação Postural Global, ou RPG.

Você já deve ter ouvido falar dela! O método RPG é baseada em oito posturas específicas e tem como foco o alongamento muscular, o trabalho respiratório e o fortalecimento de músculos fundamentais para a melhora do alinhamento da coluna. Cada posição dura, em média, 20 minutos, em sessões de uma hora. Para a prática, indica-se uma roupa leve, de geralmente duas peças: biquíni ou top e shorts.

Além da correção da postura e do fortalecimento dos músculos, a RPG também trabalha exercícios de respiração e ganho de mobilidade articular. Segundo Clóris Regina Canto, fisioterapeuta assistencial do Centro de Reabilitação do Hospital Albert Einstein, o ganho de consciência corporal é envolvido no processo. A pessoa tem que sair do consultório e levar o que aprendeu para as atividades do dia-a-dia dela. “Esse vai ser o sucesso: conseguir uma boa postura, um bom alinhamento. É preciso aplicar o que aprendeu: na rotina, quando se fica sentado por oito horas em frente ao computador, por exemplo”, explica.

Para quem é indicado a RPG ?

De crianças a idosos, qualquer um pode ser tratado através do método RPG, desde que tenha recebido recomendação médica. Vale lembrar que o tratamento não ajuda apenas a tratar dores, como também é um ótimo aliado na hora de prevenir problemas de coluna a longo prazo. “Se a mãe ou outro familiar perceber alguma alteração na postura da criança ou se há histórico familiar, é interessante conversar com um médico sobre o encaminhamento para avaliação de RPG. Assim é possível tratar a criança precocemente e evitar que tenha problemas de postura no futuro”, explica Lucimara Franciscone Oliveira, fisioterapeuta assistencial do Einstein.

Aprenda o passo-a-passo

Na primeira sessão de RPG o profissional vai se preocupar em conhecer seu histórico, ou seja, conhecer seus hábitos e hobbies a fim de detectar quais costumes podem estar gerando a sua dor ou desalinhamento postural. Essa é a hora de explicar direitinho suas intenções com o uso do método: alívio da dor, alinhamento da postura, prática de atividades físicas sem dor, bem-estar, flexibilidade muscular…

Já na segunda sessão, são indicadas as posturas para a dor em questão. Vale lembrar que as posturas são as mesmas para todos os pacientes, o que muda é o foco mais acentuado em algumas delas e nas diferentes partes do corpo. Segundo Clóris Canto, existem dois grandes grupos musculares: o posterior e o anterior e cada um deles exige exercícios diferentes. “Começamos com posturas sem carga e evoluímos para as com carga, quando o alongamento é maior”, afirma.

RPG posturas

De olho nos resultados

Os resultados do RPG passam a aparecer depois da décima sessão e, na maioria dos casos, esse número é suficiente. Quando o tratamento acabar, o especialista deve indicar que o paciente continue fazendo os exercícios aprendidos, tomando conta para que a coluna esteja sempre reta.

Na Ibrafisio Cursos, o curso de RPG: aborda através da teoria e prática, assuntos como: Anatomia Palpatória, Neurofisiologia, Avaliação postural analítica, Cadeias musculares, Terapia manual muscular, Terapia manual articular, Mobilização neural, Posturas de tratamento postural, Escoliose e Cinesiologia integral. É um curso completo e que sem dúvidas agregará e muito no tratamento de muitos fisioterapeutas.

Bacana, né? Que tal incluir já algumas sessões de RPG na sua rotina? Participe da próxima RJ com início dia 13 de Julho e SAIBA MAIS!

Share Button

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *